Formulário

Introduza o seu nome.
Introduza um número de Telefone.
Introduza a mensagem.
×

Newsletter

Introduza o seu nome.
×


Noticias


Noticias

Newsletters
WLC NEWS

Portugal já tem Yelp

O guia local de negócios, nascido em São Francisco, está agora disponível no mercado nacional e promete ser um centro de partilha de opiniões e experiências entre consumidores de todo o país.
30/01/2014


 

O nosso país é o 24.º a receber um guia Yelp local. «Um país distinto e carismático como Portugal estava destinado a fazer parte do portefólio do Yelp, e estamos entusiasmados por lhe dar as boas-vindas», assume Miriam Warren, vice-presidente de Novos Mercados da Yelp Inc.

 

De acordo com esta responsável, o Yelp é uma comunidade de pessoas que «amam a sua cidade, que gostam de compartilhar as suas experiências, que gostam de se reunir e de compartilhar o que de novo está a acontecer à sua volta, e que sobretudo privilegiam o comércio local e o apoiam».

 

Miriam Warren defende que o Yelp é mais do que um «simples directório estático». É uma «comunidade vibrante de pessoas que partilham as suas experiências e ajudam outros consumidores a descobrir o comércio local».

 

Lisboa será, para já, o foco inicial da construção da primeira comunidade Yelp nacional. Para isso, a empresa irá contratar um gestor de comunidade local, para ajudar na sua criação.

 

Miriam Warren explica que «as comunidades Yelp são todas diferentes. Em cada uma das 120 cidades onde a Yelp está presente existe um gestor comunitário local, porque a ideia central deste projecto não é criar algo que seja exactamente igual em todos os locais, mas sim construir comunidades que reflictam a cultura e a população locais».

 

Não está aqui em causa a invenção da roda mas a reutilização de algo que já existe, até porque a partilha de histórias, ideias, experiências ou conselhos não é algo novo. De acordo com esta responsável, estas comunidades são uma espécie de «cola» que mantém a comunidade unida enquanto os seus elementos procuram as melhores ofertas e dicas no bairro, na cidade ou no país em que se encontram, cabendo ao gestor de comunidade fornecer a cola Yelp.

 

Em Portugal, Miriam Warren espera que as pessoas identifiquem os benefícios do guia Yelp e se empenhem no desenvolvimento da comunidade. «Estamos ansiosos para ver como o povo português vai aceitar a plataforma Yelp» e como vai «personalizá-la para ajudar os bons negócios locais a prosperar e os consumidores a encontrar as melhores oportunidades de compra nas suas cidades».

 

Na prática, os consumidores passam a ter disponível um conjunto de referências comerciais, para melhor decidirem as suas compras, enquanto os comerciantes podem através da sua página de perfil construir montras do seu próprio negócio e da sua empresa, o que somado representa mais visibilidade comercial, a custo zero.

 

«Os comerciantes podem construir a sua página de perfil e ter acesso a um amplo conjunto de ferramentas de negócio e análise de forma totalmente gratuita», afirma Miriam Warren.

 

Progressivamente, o site alargar-se-á a todo o território de Portugal. «Desde Sagres, no sul do país, até à região do Porto, no norte, todos podem partilhar ideias acerca do que é bom e excelente nos negócios locais através da Internet ou de um telemóvel», garante a responsável.

 

A aplicação gratuita do Yelp para IOS e Android e as ferramentas para proprietários estarão disponíveis em http://biz.yelp.pt.

 

Segundo dados da empresa, no 3.º trimestre de 2013, a aplicação Yelp foi utilizada em cerca de 11,2 milhões de dispositivos móveis. No total, e durante este mesmo período, o directório teve uma média mensal de 117 milhões de visitantes e mais de 47 milhões de críticas locais submetidas.

 

Portugal junta-se assim a países como EUA, Canadá, Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, Áustria, Holanda, Espanha, Itália, Suíça, Bélgica, Austrália, Suécia, Dinamarca, Noruega, Finlândia, Singapura, Polónia, Turquia, Nova Zelândia, República Checa e Brasil.

 

Quem controla o que se diz?

 

A comunidade Yelp tem integrado um software de recomendação proprietário que analisa um conjunto de diferentes critérios em todos os comentários submetidos. Em seguida, decide quais as recomendações que podem ou não ser publicadas. Os comentários recomendados para publicação são considerados na classificação do negócio, os restantes não.

 

As razões apontadas para justificar a não publicação dos comentários prendem-se com o facto de as observações serem identificadas como opiniões falsas, como comentários que representam um conflito de interesses (escrito pelo proprietário da empresa, um membro da família ou amigo, ou por um concorrente directo), ou ainda por não cumprirem as directrizes da Yelp ou por serem enviadas por utilizadores cujas opiniões não são confiáveis.


Destaques


WLC NEWS
11/12/2017

WLC NEWS
28/03/2017

WLC NEWS
28/03/2017

WLC NEWS
05/02/2016

28/04/2015

WLC NEWS
22/04/2015


 
Ctt Expresso Paypal