Formulário

Introduza o seu nome.
Introduza um número de Telefone.
Introduza a mensagem.
×

Newsletter

Introduza o seu nome.
×


Noticias


Noticias

Newsletters
WLC NEWS

as novas tendencias na mobilidade

as quatro tendências ?? Big Data, mobile, cloud e social ?? como a ??mobile intelligence? vai mudar tudo
20/07/2012


 

10 de Julho de 2012 às 13:33:41 por 

""2012 marca o início de uma nova era transformacional, assegurou esta manhã Michael Saylor, o CEO da MicroSrategy, na abertura do evento anual da empresa que decorre esta semana em Amesterdão (Holanda).
A “Mobile wave”, título do seu recente livro, já chegou e basta ver as crianças a tocarem piano em iPads e idosos a lerem mais livros nesses dispositivos do que em papel. “Haverá cinco mil milhões de smartphones em 2015 e cinco mil milhões de tablets em 2020″, exemplicou, como ponto de partida para justificar a “onda móvel”.
E explica porquê: só o New York Times gasta 230 milhões de dólares por ano em matérias-primas. Nos livros, são impressos 2,2 milhões de novos titulos a cada ano e há 130 milhões de títulos distintos a serem impressos.
Também a indústria da televisão está a mudar e Saylor dá o exemplo da série “The Game of Thrones”, que emite em directo conteúdos interactivos para tablets. “É muito viciante, saber onde o herói está num mapa ou aceder à biografia de um dado actor”, diz.
Saylor apontou outras áreas onde o “mobile” pode alterar modelos tradicionais, como as chaves. Hoje, existem chaves electrónicas para ligar veículos em “apps” de smartphones mas essa tendência pode generalizar-se para os hotéis ou em casa.
Nas lojas, onde se gastam 45 minutos por dia em filas (os valores apontados por Saylor têm por base dados do seu livro), é possível fazer compras em que o comprador passa o telemóvel para ler os códigos de barras e paga à saída. “Os supermercados que não tiverem isto perdem clientes porque ninguém quer gastar horas em filas quando pode estar a fazer outras coisas”.
No ensino online, ele acredita que se poderá ter um professor para milhões de alunos, que os jogos vão servir para ensinar – exemplifica com o “Cut the Rope”, que ensina bases de engenharia mecânica –, vão surgir novos talentos e a dificuldade será certificá-las.<br style="&quot;margin-bottom:" 1em;="" "=""> “Não estou contra os professores, mas numa dada altura é preciso elevar a inteligência para outra coisa – os professores não podem continuar a fazer o mesmo que faziam indefenidamente”, defende. Também “as empresas devem re-imaginar produtos e serviços à luz do software móvel, estabelecer uma relação móvel com os seus clientes e desenvolver aplicações móveis para agilizarem as suas operações de negócio”, finalizou Saylor.
 

 


Destaques


WLC NEWS
11/12/2017

WLC NEWS
28/03/2017

WLC NEWS
28/03/2017

WLC NEWS
05/02/2016

28/04/2015

WLC NEWS
22/04/2015


 
Ctt Expresso Paypal