Formulário

Introduza o seu nome.
Introduza um número de Telefone.
Introduza a mensagem.
×

Newsletter

Introduza o seu nome.
×


Noticias


Noticias

Newsletters
WLC NEWS

4 tendências MKT Digital para 2016


27/11/2015


Antecipando tendências do universo do Marketing Digital para 2016

 

Numa altura em que entramos no último trimestre de 2015, começa a ser possível apontar algumas das que serão as grandes tendências na área do Marketing Digital para o próximo ano.

O vídeo enquanto formato de eleição continuará em forte crescimento, com cada vez mais soluções e plataformas a adaptarem-se e este tipo de conteúdo. Aliás o vídeo já não é uma tendência, mas sim uma realidade que continuará a originar novas ferramentas e plataformas de comunicação no universo digital.

 

4 tendências MKT Digital para 2016

Para 2016, apontamos 4 tendências que muito provavelmente terão impacto na forma como o marketing será conduzido de forma geral.

 

1. Snapchat

Triunfará se não agora, definitivamente em 2016. O Snapchat está em forte crescimento, com cada vez mais utilizadores. Um dos indicadores mais relevante para medir o sucesso de uma rede social é o seu crescimento. A rede social poderá ter um interface fantástico, funcionalidades únicas, mas se não tem utilizadores o sucesso pode tardar.  O Snapchat conta com 200 milhões de utilizadores ativos mensais e 100 milhões de utilizadores ativos por dia. A previsão é que este crescimento continue em 2016, abrindo portas a possíveis novidades para os seus utilizadores.

 

2. Motores de pesquisa

As funcionalidades do Google estão cada vez mais aperfeiçoadas, dando ao utilizador uma experiência cada vez mais eficaz e produtiva. A par do Google, também o Yahoo, Bing, Microsoft Edge e Baidu (na China) têm apostado em melhorias. O Facebook tem estado a trabalhar na sua própria versão de motor de pesquisa. Estas melhorias trazem para os negócios mais oportunidades na sua promoção e visibilidade.

 

3 Internet das coisas

O Google define a Internet das coisas, como uma rede de objetos físicos (por exemplo, eletrodomésticos, sensores, produtos eletrónicos, portas, etc.) conectados à Internet, o que permite que esses objetos assimilem e troquem dados entre si. Trata-se da integração direta entre objetos físicos e um sistema em rede, que resulta numa maior eficiência e noutros benefícios económicos. Os especialistas preveem que a Internet das coisas será uma realidade para cerca de 50 mil milhões de objetos até 2020. A partir de agora, acreditamos que a Internet das coisas irá emergir como uma nova ferramenta para empresas e negócios que a irão utilizar de forma abrangente para lidar com os seus clientes.

 

4. Oculos Rift

O Oculos Rift criado pela Oculus VR foi notícia nos últimos tempos, mais pela sua aquisição multimilionária por parte do Facebook por 2 mil milhões de dólares. Mas as possibilidades em aberto com os oculos Rift são promissoras. O objetivo do Facebook é criar uma nova dimensão na interação social com as imensas possibilidades da realidade virtual.



 


Destaques


WLC NEWS
11/12/2017

WLC NEWS
28/03/2017

WLC NEWS
28/03/2017

WLC NEWS
05/02/2016

28/04/2015

WLC NEWS
22/04/2015


 
Ctt Expresso Paypal